25 de abril de 2013

Andei Lendo #15 A Hospedeira

Título: A Hospedeira

Autor(a): Stephenie Meyer

Editora: Intrínseca, 1º Edição 557 páginas.

Sinopse: Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.

"E eu comecei a chorar também, compreendendo que aquilo o devia estar transformando também, aquele homem que era afável o bastante para ser uma alma, mas forte como só um humano podia ser." Pág. 519

#Resenha 

A Terra que conhecemos foi invadida por alienígenas parasitas que ocupam o corpo e a mente humana, extinguindo seu hospedeiro de vez. Mas nem todo mundo se deixou entregar assim tão fácil, Melanie Stryder é uma delas. Ela tem uma família e não vai deixar que isso se torne o seu ponto final. Peregrina é a alma que agora ocupa o corpo de Melanie e ela nunca sentiu tantas sensações e sentimento em nenhum outro planeta, em nenhuma outra especie. É complicado ignorar os apelos de Melanie, sentimentos e lembranças que aos poucos vão se tornando seus também. E tudo que Melanie quer, Peg passa a querer também.

Ouvi opiniões controversas sobre esse livro. Alguns amaram, outros acharam tedioso, e até mesmo uma perca de tempo. Mas eu sempre tive curiosidade de lê-lo pois uma coisa não da pra negar: Sua historia é absolutamente original.
Depois de compra-lo me preparei pra uma leitura cansativa, e algumas semanas rolando com ele pra lá e pra cá. Mas acabei me surpreendendo porque nada do que disseram era verdade. Não sou fã de Stephenie Meyer, muito pelo contrário: Não gostei de Crepúsculo, achei um livro mal escrito e uma historia muita fraca, mas depois de ler A Hospedeira com certeza vou parar de julgá-la. Eu não esperava nada e acabou sendo um livro muito fácil de ler, a escrita é simples e a leitura fluía por horas seguidas e quando eu percebia já tinha lido 50 páginas ou mais sem nenhuma pausa, sem nenhuma reclamação.

Me impressionei com o quanto me apeguei a historia, com o quanto parecia real e palpável. Sofri com o sofrimento de Peg, ri das explosões de temperamento de Mel, chorei com o amor impossível de Ian e com a inocência de Jamie. As diferentes formas de amor e um quadrado composto por 3 corpos e 4 mentes. Peg é uma personagem CHEIA de personalidade, os diálogos são claros e as cenas muito bem descritas. É verdade que o livro tem muitas especulações, principalmente internas, na mente de Peg e Mel e a parte mais importante demora um pouco a chegar, mas o que as pessoas viram como enrolação eu vi como informação. Não achei nenhuma dessas passagens chata. Pra mim o livro inteiro foi extremamente interessante. Adorei de verdade e já terminei sentindo muita falta de Peg, ela é uma personagem que vou lembrar sempre. :D

• Classificação: Ótimo!

18 de abril de 2013

Andei Lendo #14 Predestinados

Título: Predestinados

Autor(a): Josephine Angelini

Editora: Intrínseca, 1º Edição 315 páginas.

Sinopse: Helen Hamilton passou a vida inteira tentando disfarçar o fato de que é uma garota diferente, mas agora, aos dezesseis anos, isso está cada vez mais difícil. Não apenas por causa de sua força sobre-humana ou porque às vezes, sem motivo aparente, pessoas estranhas simplesmente a atacam, mas também porque ela teme que seu juízo esteja seriamente comprometido. Pesadelos recorrentes com uma estranha viagem pelo deserto e a visão de três mulheres derramando lágrimas de sangue a tem atormentado noite e dia. Ao mesmo tempo, um impulso inexplicável, incontrolável, passa a dominar seus pensamentos: Helen quer matar Lucas, um dos rapazes da glamorosa e misteriosa família Delos. À medida que descobre mais sobre sua verdadeira origem, ela percebe que a relação dos dois está submetida não só à sua vontade, mas a forças e tradições ancestrais.

" - Não posso perder você - falou Lucas afastando os lábios dos de Helen. - Por isso não lhe contei a verdade. Achei que, se soubesse o quanto tudo isso era complicado, você me mandaria embora. Eu não queria que você abisse mão da esperança. Não consigo fazer isso se você desistir de nós."



#Resenha

Predestinados é lindo. Sério, isso resume o livro quase todo.

Helen viveu a vida toda na pequena ilha de Nantucket e sempre se esforçou pra esconder das pessoas o quanto é diferente. Ela é mais forte e mais rápida do que as pessoas geralmente são. E pior, ela não faz nem ideia do porque. Sua mãe a abandonou quando ainda era um bebê e ela vive com o pai, um homem compreensivo que teve que aprender a criar uma menina sem a ajuda de ninguém. Sua melhor amiga se chama Claire, uma garota baixinha mas durona que faria de tudo para defender a amiga.
De repente o assunto do momento é a mudança da família Delos para a ilha, é uma família rica e numerosa. Helen começa a ter sonhos estranhos depois da chegada da família à ilha e a ver as Fúrias, pequenas mulheres que choram sangue e lamentam mortes insistentemente. Ela já não aguenta tantos comentários até que vê Lucas Delos pela primeira vez. Ele é lindo, alto e Helen sente um desejo irresistível de mata-lo! Sim, ele e toda sua família porque... bem, ela não sabe porque mas sabe que daria tudo para poder matá-los! Porém Helen começa a perceber que eles também não são pessoas normais, também são rápidos e fortes e melhor: sabem porque são assim. Talvez eles tenham uma resposta pra ela também, isso se ela parar de querer mata-los.

O livro reconta a historia de um romance que matou centenas de pessoas na antiga Grécia, um romance egoísta que fez os semideuses e até os deuses do olimpo se envolverem. E milhares de anos depois ainda existem cicatrizes daquela guerra, ainda existe o ódio e o rancor entre os descendentes. A historia de Helena e Páris de Troia.

A narração do livro é um pouco confusa e em alguns momentos se parece bastante com Crepúsculo mas isso não impede o livro de ter uma historia extremamente original e um romance muito lindo. Como Helen não sabe nada sobre seus poderes e sua descendência, a gente vai aprendendo com ela o passado da sua espécie. Isso é um pouco confuso mas ao mesmo tempo é legal porque a gente consegue entender os pensamentos dela e as vezes até ter as mesmas reações. Os personagens são muito bem escritos e os acontecimentos estão dispostos de uma forma que nunca fica chato. É um daqueles livros que você lê de uma só vez e depois fica coma quela ressaca terrível querendo a continuação e ao mesmo tempo querendo ler todinho de novo.

Helen e Lucas conseguem contornar o ódio da maldição, eles aprendem a ser amigos, e aprendem também a amar. Mesmo que eles nunca possam ficar juntos. Tudo por causa de uma guerra brutal.
Lucas é fofo demais! Helen é uma personagem muito forte e cheia de coragem, até mesmo pra chorar. Ela parece uma daquelas que você jura que existe mesmo sabe? O amo dos dois é muito lindo. É um livro lindo, recomendo ele a todos que gostam de um bom romance sobrenatural. *-*

• Classificação: Ótimo!

E tão lindo quanto o livro são as capas, só o primeiro foi lançado no Brasil e os outros ainda estão sem data prevista pra o lançamento mas a escritora já terminou de escrever a trilogia *-*

16 de abril de 2013

#Trechos #Predestinados

"Helen fungou e olhou para ele com um pequeno sorriso. Ele era tão sensível, tão rápido para pegar os detalhes que ela não conseguia evitar adorá-lo. Havia infinitas formas de ela admirar essa pessoa e, por isso, havia infinitas formas de se apaixonar por ele repetidas vezes. Percebeu que não teria que desistir de Lucas apenas dessa vez e pronto; ela precisaria desistir das diferentes formas que poderia aprender a amá-lo todos os dias, daquele dia em diante."

Predestinados, pág. 285 - Josephine Angelini

12 de abril de 2013

#Trechos #Belo Desastre

 - Eu bebi, ok? Sua pele estava a centímetros da minha boca, você é linda e seu cheiro é incrível quando você fica suada. Eu te beijei! Me desculpa! Esquece!
 O pedido de desculpas fez com que os cantos da minha boca se voltassem para cima.
 - Você me acha linda?
 Ele franziu a testa, indignado.
 -Você é muito bonita e sabe disso. Por que está sorrindo?
 Tentei disfarçar meu divertimento, inutilmente.
 -Por nada. Vamos embora.
 Travis balançou a cabeça.
- O que...? Você...? Você é um pé no saco! - Ele gritou, me fuzilando com o olhar.
 Eu não conseguia apara de sorrir, depois de alguns segundos, ele fez o mesmo. balançou a cabeça de novo e enganchou o braço em volta do meu pescoço.
 - Você está me deixando maluco. Você sabe disso, não sabe?


Belo Desastre, pág. 62 - Jamie McGuire

3 de abril de 2013

Money Make Her Smile ♫

Olá pessoas :P
Nunca mais tinha vindo aqui pra falar de musica, que é com certeza uma de minhas maiores paixões.
Esse álbum não é novo nem o artista é novidade, mas quanto mais eu escuto essas musicas mais me da vontade de compartilhar o quanto eu adoro ele! Esse é o álbum Unorthodox Jukebox do Bruno mars, lançado em . O álbum conta com 15 musicas, incluindo "Locked Out Of Heaven" do vídeo que postei mais abaixo. É sério gente, esse cara canta demais! :B





Cause you make feel like, I've been locked out of heaven ♫♪