24 de dezembro de 2012

2 Anos do Querido Diário // Ainda estamos vivos! \õ/ // Natal

Olá pessoal, mais uma vez gostaria de pedir desculpas pela ausência. Esses dias foram meio corridos >.<

Bem, sábado o Querido Diário completou 2 aninhos *-* , mesmo nessa época em que o nosso mundo blogueiro está tão abandonado, sempre foi meu refúgio e sempre será. O amor que tenho por esse cantinho, e pelas pessoas que conheci aqui estarão sempre no meu coração, mesmo que um dia se torne impossível voltar. Tudo que aprendi aqui, tudo que senti, vai sempre fazer parte da minha evolução pessoal e dos desafios que encontramos pela vida, principalmente aquele quando aprendemos a tirar o melhor possível dos erros que cometemos e que outras pessoas infligem a nós. Este, de todos, acho o mais difícil. Só tenho a agradecer ao Querido Diário e a todos meus seguidores que fazem parte da minha vida como os meus amigos mais próximos.

Também gostaria de dizer que estou muito satisfeita e feliz por todos nós termos sobrevivido a mais um apocalipse que estava programado para sexta-feira, 21. Apesar de ter ficado esperando algum zumbi com muitos efeitos especiais aparecer à minha porta. Brincadeira gente, não fiquei não. hahaha Fiquei sim -qqq

E tambéeeeeeeeem quero desejar a todos um Feliz Natal, que esta data venha acompanha de uma ótima reunião em família, amigos e as pessoas que vocês mais amem neste mundo, além de comida boa claro. Ganhem muitos presentes e desfrutem de muita paz. Agradeçam aos seus Deuses,seja qual for sua crença, por mais um dia mágico e que nada mágico, nunca, tenha um ponto final *-* Amo vocês.

19 de dezembro de 2012

Andei Lendo #8 Os Instrumentos Mortais - Cidade das Cinzas

Título: Série Os Instrumentos Mortais - Cidade das Cinzas

Autor(a): Cassandra Clare

Editora: Galera Record 3º Edição, 404 páginas

Sinopse: Clary Fray só queria que sua vida voltasse ao normal. Mas o que é “normal” quando você é uma Caçadora de Sombras assassina de demônios, sua mãe está em um coma magicamente induzido e você de repente descobre que criaturas como lobisomens, vampiros e fadas realmente existem? Se Clary deixasse o mundo dos Caçadores de Sombras para trás, isso significaria mais tempo com o melhor amigo, Simon, que está se tornando mais do que só isso. Mas o mundo dos Caçadores não está disposto a abrir mão de Clary — especialmente o belo e irritante Jace, que por acaso ela descobriu ser seu irmão. E a única chance de salvar a mãe dos dois parece ser encontrar o perverso ex-Caçador de Sombras Valentim, que com certeza é louco, mau... e também o pai de Clary e Jace. Para complicar ainda mais, alguém na cidade de Nova York está matando jovens do Submundo. Será que Valentim está por trás dessas mortes? E se sim, qual é o seu objetivo? Quando o segundo dos Instrumentos Mortais, a Espada da Alma, é roubada, a aterrorizante Inquisidora chega ao Instituto para investigar — e suas suspeitas caem diretamente sobre Jace. Como Clary pode impedir os planos malignos de Valentim se Jace está disposto a trair tudo aquilo em que acredita para ajudar o pai? Nessa sequência de tirar o fôlego da série Os Instrumentos Mortais, Cassandra Clare atrai os leitores de volta para o lado mais obscuro do submundo de Nova York, onde amar nunca é seguro e o poder se torna a mais mortal das tentações.

"Podia sentir o peso frio e úmido das roupas, geladas e grudadas na pele, o ar doce da caverna, ainda mais frio, e as mãos de Jace em seus ombros, as únicas coisas calorosas. Em seguida ele a beijou."


#Resenha

O começo desse livro foi uma cena tão bem descrita, tão detalhada que me arrependi do que disse na última resenha. Fiquei realmente impressionada! A leitura desse foi muito mais fácil, já estava acostumada com o jeito da Cassandra, já conhecia os personagens... enfim, esse, por incrível que possa parecer, foi melhor que Cidade Dos Ossos. Se pudesse daria mais de 5 estrelas!
Nesse livro acontecem mudanças muito marcantes, segredos importantes ficam no ar e há revelações importantes sobre os "poderes" de Clary e Jace.
Bem, Clary e Jace continuam na mesma ladainha, mas uma ladainha muito fofa! Várias vezes pensei que ia acontecer algo, mas fiquei só suspirando mesmo. Todos os personagens tem uma evolução bem legal, além dos novos, bons e ruins. Mas o que mais me surpreendeu foi Simon. Ele me irritou muito no começo e me peguei várias vezes desejando que ele morresse, mas não esperava que tudo acontecesse da forma como aconteceu. E para minha surpresa, gosto muito dele agora. Acho que ele foi um dos que mais evoluiu.
Algumas "cenas", como a visita ao reino das fadas, a prisão na Cidade do Silencio foram chocantes e incríveis.
Esse livro gira em torno da corrida de Valentim em busca dos Instrumentos Mortais para seus planos loucos de vilão e das desconfianças da Clave para com Jace, que está sendo suspeito de ser espião de Valentim dentro do instituto.
É impressionante como esses livros prendem você do começo até o fim, como tem surpresas na hora certa, e ação o tempo todo sem ficar sobrecarregado. Estou adorando a leitura da série!

• Classificação: Ótimo! ♥

#Trechos #Os Instrumentos Mortais



"- Estava tentando ir para... algum lugar - Disse Jace. - Mas continuava sendo atraído pra cá. Não conseguia parar de andar, de pensar. Sobre a primeira vez que a vi, e sobre como depois daquilo não consegui esquece-la. Queria, mas não consegui. Forcei Hodge a deixar que fosse eu a ir encontrá-la e levá-la ao Instituto. E mesmo naquela época, naquela cafeteria estúpida, quando a vi sentada naquele sofá com Simon, mesmo então aquilo pareceu errado, eu é que deveria estar sentado com você. Que deveria tê-la feito rir daquele jeito. Não conseguia me livrar daquela sensação. Deveria ter sido eu.[...]"


Pág 294, Os Instrumentos Mortais - Cidade de Vidro, Cassandra Clare

11 de dezembro de 2012

~Just a Kiss~

Adoro essa musica e essa banda, trouxe ela pra vocês darem uma olhadinha. Ouço ela todo dia *-*


Just a Kiss - Lady Antebelum