26 de julho de 2012

Andei Lendo #2 Crepúsculo

Oi gente ^^'
Não sou muito boa em resenhas não, mas ando lendo bastante e quero compartilhar o que acho dos livros com vocês!
Bem, pra começar, escolhi Crepúsculo.
Me perdoem fãs/seguidores mas eu precisava ler primeiro pra PODER dar uma opinião não é?

Título: Crepúsculo

Autor (a): Stephenie Meyer

Editora: Intrínseca 2º Edição, 355 páginas.

Sinopse: Crepúsculo poderia ser como qualquer outra história não fosse um elemento irresistível: o objeto da paixão da protagonista é um vampiro. Assim, soma-se à paixão um perigo sobrenatural temperado com muito suspense, e o resultado é uma leitura de tirar o fôlego - um romance repleto das angústias e incertezas da juventude - o arrebatamento, a atração, a ansiedade que antecede cada palavra, cada gesto, e todos os medos. Isabella Swan chega à nublada e chuvosa cidadezinha de Forks - último lugar onde gostaria de viver. Tenta se adaptar à vida provinciana na qual aparentemente todos se conhecem, lidar com sua constrangedora falta de coordenação motora e se habituar a morar com um pai com quem nunca conviveu. Em seu destino está Edward Cullen.
Ele é lindo, perfeito, misterioso e, à primeira vista, hostil à presença de Bella o que provoca nela uma inquietação desconcertante. Ela se apaixona. Ele, no melhor estilo "amor proibido", alerta: Sou um risco para você. Ela é uma garota incomum. Ele é um vampiro. Ela precisa aprender a controlar seu corpo quando ele a toca. Ele, a controlar sua sede pelo sangue dela. Em meio a descobertas e sobressaltos, Edward é, sim, perigoso: um perigo que qualquer mulher escolheria correr. Nesse universo fantasioso, os personagens construídos por Stephenie Meyer - humanos ou não - se mostram de tal forma familiares em seus dilemas e seu comportamento que o sobrenatural parece real. Meyer torna perfeitamente plausível - e irresistível - a paixão de uma garota de 17 anos por um vampiro encantador.


#Resenha

Confesso que quando comecei a ler me surpreendi por não ser tão ruim assim quanto ouvia falar, mas no decorrer do livro tive que me forçar a ler cada página, porque não gosto de deixar livros pela metade.

Nunca li outros livros da autora, e sinceramente não tenho vontade, talvez o que eu menos gostei possa ser explicado por ser seu primeiro romance, mas achei a narração extremamente entediante, passagens absolutamente desnecessárias, como se demorar pelo menos um parágrafo em cada folha descrevendo as nuvens e a aparência do céu em determinado dia, ou os milhares de sentimentos que Bella via nos olhos de Edward. Sem falar em expressões que ela repetia o livro inteiro, como se não tivesse domínio das palavras. Como "O resto das aulas passou indistinto" ou "piadas particulares".

Os personagens são incrivelmente chatos e completamente sem atrativos. Como uma mulher do século XXI com uma leve influência feminista não consigo imaginar Bella como uma personagem principal, completamente patética, com todos seus problemas de equilíbrio e etc.

Toda a questão sobrenatural do livro é ridícula, como o fato de Edward brilhar e não queimar no sol, seus poderes psíquicos e blábláblá.

Não sei se foi porque eu tinha começado a saga a pouco tempo, mas vi algumas semelhanças distorcidas com Diários do Vampiro. O primeiro acontecimento interessante começa mais ou menos na página 300, mas não vi, em nenhuma de suas 355 páginas nada que possa ter valido a pena meu tempo perdido lendo este livro. Foi literalmente, o pior livro que li em minha vida.


• Classificação: Ruim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar, volte sempre! *-*