19 de agosto de 2011

:(


Se você tivesse chegado antes, eu não teria notado. Se demorasse um pouco mais, eu não teria esperado. Você anda acertando muita coisa, mesmo sem perceber. Você tem me ganhado nos detalhes e aposto que nem desconfia. Mas já que você chegou no momento certo, vou te pedir que fique. Mesmo que o futuro seja de incertezas, mesmo que não haja nada duradouro prescrito pra gente. Esse é um pedido egoísta, porque na verdade eu sei que se nada der realmente certo, vou ficar sem chão. Mas por outro lado, posso te fazer feliz também. É um risco. Eu pulo, se você me der a mão.

Verônica H.

4 comentários:

  1. Sempre vale a pena arriscar, pelo menos nos livra da dúvida de como seria se não tivéssemos arriscado.
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  2. Como eu digo sempre; o "E se..." costuma ser bem mais cruel do que o arrependimento pelas coisas que fizemos.

    O amor só se concretiza quando você se afasta do porto seguro mesmo que isso seja assustador. Espero sempre me lembrar de acreditar no quanto vale a pena.

    "Eu pulo, se você me der a mão." - incrivelmente simples mas linda essa parte *--*

    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir
  3. Nossa, este texto me fez lembrar do meu ex-alguma-coisa-que-sinceramente-não-sei. Aconteceu exatamente assim.

    ResponderExcluir
  4. Dani, Mesmo que não dê certo, não tem como saber sem arriscar né?!

    Dayane, É terrivel ficar na duvida mesmo, :X
    Agente tem que ariscar as vezes por amoor, eu acredito que valha a pena quando é reciproco.
    Beeijoos!

    @Iamaburguesinha, Da pra se identificar fácil com o texto né? ^^

    Beeijo, todas! ;*

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar, volte sempre! *-*