24 de julho de 2011


O passado não reconhece o seu lugar: está sempre presente.
Mario Quintana 

2 comentários:

Obrigada por comentar, volte sempre! *-*