6 de julho de 2011

Andei lendo essa semana um conto que amei, apesar de não ser exatamente romântica, de vez em quando é bom ler uma historia que nos faça suspirar. E me fez pensar muito também. Quem puder dá uma olhada no Blog do César, no conto - Alice e Zack - "A descoberta do verdadeiro amor nem sempre é tão simples como imaginamos" Parte I e Parte II, vale a pena ler!
Fiquei pensando nas palavras dele, e no quanto o amor pode ser imprevisível. Como eu disse já não sou mais romântica, nem mesmo sei o que é sofrer por amor. Não que eu seja completamente impassível, mas isso tudo se tornou muito difícil pra mim. Amar, confiar, esperar, já não faço isso a tanto tempo que esqueci como é! Não quero ser uma pessoa fria o resto da vida, eu quero sentir de novo o desejo desesperado de estar com alguém que te faz imensamente feliz! Por mais que as vezes você chore, e muito, por ela. Agente passa a vida inteira esperando pelo grande amor, geralmente nós entregamos demais ao primeiro, e como no meu caso, saímos tão machucado que nós fechamos pra todo o resto que poderia nos acontecer no futuro, e eu tenho tanto medo disso! Tenho medo de nunca mais amar, porque o amor que senti pode ter sido infantil, mas foi muito verdadeiro, até demais. Luto todo dia pra mudar isso em mim, pelo meu próprio bem e pelo bem de quem gosta de mim. Mas ninguém faz ideia do quanto é difícil! Esquecer tudo que já passou e não julgar o presente pelo passado, esperar mais das pessoas sem medo de me magoar, confiar de olhos fechados em alguém, deixar as palavras pra depois... E fazer, e mudar. Agente corre tanto pra continuar no mesmo lugar! E quando menos esperamos, chega alguém disposto a esperar pelos teus medos, disposto a fazer você mudar. A força de vontade nessa hora é o que mais conta, e eu não quero decepcionar ninguém, muito menos eu mesma.
A Alice conhecia o Zack a tanto tempo, e eu te conheço a tanto tempo... Sempre foi um grande amigo pra mim, e sempre será. Engraçado como há pessoas nesse mundo que são tão diferentes de você, que acabam se tornando extremamente iguais, que te entendem melhor que você mesma. E eu não quero perder essa oportunidade, não com você e não agora. Pode ser cedo, mas eu to disposta a lutar, de novo, por um futuro que deveria ter acontecido bem antes, há exatamente 4 anos.
Quando agente tá apaixonado fala tanta merda né? :S

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar, volte sempre! *-*