5 de julho de 2011

Ah, ele sabe...

"(...) Ei, seu tonto, será que você não pode me olhar com olhos de devoção porque eu estou 
aqui quase esmagada com sua presença? Não, não dá pra dizer isso. 
Ei, seu velho, será que você pode me abraçar como se estivéssemos caindo de 
uma ponte porque eu estou aqui sem chão com sua presença? Não, você não pode dizer isso. 
Ei, monstro do lixo, será que você pode me beijar como um beijo de final de filme porque eu estou aqui sem saliva, sem ar, sem vida com a sua presença? Definitivamente, não, melhor não. 
Amor não se pede, é uma pena. 
(...)É triste amar tanto e tanto amor não ter proveito. Tanto amor querendo fazer alguém feliz. 
(...)Mas amor, você sabe, amor não se pede. Amor se declara: sabe de uma coisa? 
Ele sabe, ele sabe."

Tati Bernardi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar, volte sempre! *-*