19 de maio de 2011

- 19 de Maio

  Confusa, mas feliz.
  Tem sido estranho, como sempre você está indo embora, aos poucos eu já não lembro de tantos detalhes, não sonho mais com você, não fico te esperando ligar, não fico escutando músicas que me lembram nós dois, não fico tentando a todo custo acreditar em uma mudança sua.
 Mas dessa vez é diferente, eu não espero que você vá definitivamente, sei que mais cedo ou mais tarde você vai acabar voltando, forte, como sempre, me fazendo chorar de saudades absurdas por momentos que nem deviam ter acontecidos, vai me fazer esperar por coisas que nunca acontecerão, e nem devem. Me fazer ter a certeza pela milésima vez que o que eu sinto por você é eterno. Mas acho que dessa vez eu aprendi. Não é que eu queira continuar acreditando em um amor impossível, é só que eu aprendi a respeitar o meu sentimento, aprendi a esperar a sua partida, entendi o que realmente quer dizer amar, e hoje eu sei que isso nunca vai passar, nem me esforço mais então.
  Mas isso não quer dizer que eu esteja infeliz, não de forma alguma. Sei dar valor as pessoas que sempre estão ao meu lado fazendo de tudo pra me ver sorrir. Não nego que sinto sua falta, mas hoje eu sei viver sem você, talvez seja até melhor assim, talvez você seja mais feliz, longe. É isso que realmente importa né?

2 comentários:

  1. Se o amor é verdadeiro, mesmo que dos aprendemos a lidar com a distância, pois sabemos que assim pode ser que quem amamos seja feliz! - Coisa que não pode ser ao nosso lado, ou não aparentou ser!

    ResponderExcluir
  2. Sempre queremos que ele esteja feliz, mesmo que seja longe... *-*

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar, volte sempre! *-*