8 de fevereiro de 2011

Nem acredito em contos de fada *-*

  A princesa Mya ganhou do mago do reino, grande amigo seu, o livro do Destino. Quando se encontrava sozinha, Mya abriu o livro e procurou a parte que dizia respeito a sua pessoa. Descobriu que nos próximos dias iria conhecer um príncipe que a faria sua esposa e também a mulher mias feliz do reino. O livro dizia que ela devia seguir seu coração, pois o caminho era longo e escuro, e acabaria por confundir-lhe a mente.
  A princesa aventurou-se pelo reino em busca de seu príncipe. Certo dia, caindo em uma cilada na floresta, a princesa se machucou e em um momento de grande dor foi salva pelo príncipe X, pensou ela ter encontrado seu grande amor. Encantado pela princesa, X lhe jurou amor prometeu-lhe a felicidade, a princesa se sentiu radiante.
  Passaram-se dias e o príncipe percebeu que havia sentido pela princesa apenas uma paixão momentania e passou a despreza-la, machucando-lhe o coração. A princesa triste, chorava pelas promessas descumpridas e não entendia porque seu destino havia se enganado.
  A triste historia da princesa correu o reino chegando aos ouvidos do príncipe Vinicius, melhor amigo do príncipe X,que resolveu ajudar a princesa, oferecendo-lhe atenção, carinho e consolo, tornaram-se grandes amigos.
  Mas o longo caminho confundiu a cabeça da princesa, como prevera o livro. Mal sabia ela que o homem que lhe oferecia o ombro, também desejava dela o amor que ela puramente entregara a uma pessoa que não o merecia.
 Mas o destino não se engana, e certo dia esperando o príncipe Vinicius, ouviu sua voz chama-la distante. Então sua mente clareou-se, seu coração encheu-se de amor e ela percebeu  o erro que havia cometido. Quando o encontrou, contou-lhe emocionada o seu amor, recebendo em troca um lindo sorriso e sinceras lágrimas de alegria.
  O príncipe prometeu-lhe amor eterno e a felicidade do universo inteiro, pedindo-lhe a mão em casamento, beijou-a afastando toda tristeza e medo que ainda podia restar.
                                E eles foram felizes 'infinitamente'.

2 comentários:

Obrigada por comentar, volte sempre! *-*